Receitas mais recentes

Os Vigilantes do Peso acabam de lançar uma nova linha de utensílios de cozinha saudáveis ​​na Kohl’s

Os Vigilantes do Peso acabam de lançar uma nova linha de utensílios de cozinha saudáveis ​​na Kohl’s


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Essas ferramentas da WW podem ajudá-lo a se alimentar de maneira mais saudável e a se manter na linha.

O Vigilantes do Peso, agora chamado de WW, passou por muitas mudanças este ano. A dieta popular mudou para uma mentalidade de “programa de estilo de vida”, incorporando um novo sistema de pontos que inclui opções saudáveis ​​e de ponto zero, como frutas, vegetais, ovos e feijão; refeições prontas para preparar da Blue Apron; e até meditações guiadas gratuitas para membros do programa. E agora, eles estão tornando seguir uma dieta saudável ainda mais fácil, lançando uma linha de itens “WW Healthy Kitchen” com Kohl's!

WW lançou uma coleção de 14 peças que inclui itens como um descaroçador de abacaxi, um espiralizador, uma ferramenta de abacate 3 em 1, um vaporizador de microondas, um conjunto de armazenamento de ovos e até mesmo um conjunto de utensílios de cozinha de 8 peças. Preparar comida saudável não precisa de nenhum aparelho sofisticado - todos os itens da coleção (exceto o conjunto de utensílios de cozinha, que é vendido por $ 96) custam menos de $ 20!

Mantenha-se atualizado sobre o que significa saudável agora.

Assine nosso boletim diário para mais artigos excelentes e receitas deliciosas e saudáveis.

Tentando Vigilantes do Peso? Leia essas histórias a seguir:

Mindy Grossman, presidente e CEO da WW, disse em um comunicado à mídia no início deste ano: “Ao colaborar com a Kohl's, daremos às pessoas novas experiências e maneiras de se envolver com a WW à medida que construímos nosso ecossistema de bem-estar, ao mesmo tempo em que obtemos acesso a produtos exclusivos e ferramentas para ajudá-los em sua jornada. ”

Quer estocar? Todos os novos itens de cozinha da WW estão à venda no site da Kohl e nas lojas.


Avaliação dos Vigilantes do Peso

O Vigilantes do Peso está entre as dietas comerciais mais conhecidas - globalmente - oferecendo um programa para perda de peso. Seus produtos e serviços incluem suporte para perda de peso online e presencial com seu plano alimentar SmartPoints, plano de atividades FitPoints e um aplicativo móvel que ajuda os dieters a monitorar o progresso, planejar refeições e monitorar atividades. O Vigilantes do Peso foi classificado como a dieta comercial mais importante por sete anos consecutivos por U. S. News & amp World Report e tem vários estudos para respaldar a ciência.

Vigilantes do Peso Hoje

Assim, o Vigilantes do Peso foi eleito a Melhor Dieta para Perda de Peso de 2017 por U.S. News & amp World Report. (Os Vigilantes do Peso foram nomeados por mim em 1998, 2000 e 2004, mas chegaremos a isso em breve.) A sétima lista anual inclui nove conjuntos de classificações das Melhores Dietas e os Vigilantes do Peso foram os primeiros - ou empatados em primeiro lugar - em quase metade das categorias e foi vice-campeão nas demais. E embora os Vigilantes do Peso não tenham escolhido a "Melhor Dieta Geral" - a Dieta DASH levou esse prêmio - é sem dúvida a mais popular dieta. Qualquer pessoa que já fez dieta para perder peso e teve sucesso, já fez o programa Vigilantes do Peso. [1]

A beleza dos Vigilantes do Peso era, e é, que funciona, e aí está a ironia: funciona e não funciona. Em Vigilantes do Peso:

  • Você perde libras.
  • Voce ta feliz.
  • Você sai da dieta.
  • Você recupera o peso.
  • Você volta a fazer dieta.
  • Você perdeu peso.
  • Você sai da dieta.

Ensaboe, enxágue e repita. É um ciclo e um modelo de negócios de muito sucesso.

Em uma história da BBC de vários anos atrás, um ex-executivo de finanças do Vigilantes do Peso admitiu que seu negócio se baseia em clientes recorrentes, pessoas que não conseguem manter o peso fora - um espantoso 84 por cento- “tem que voltar e fazer de novo. É daí que vem o seu negócio. ” Mas o diretor de ciências da empresa rejeitou a afirmação, dizendo que essa nunca foi a ideia quando a empresa foi fundada em uma cozinha no Queens, em Nova York, no início dos anos 1960, por uma dona de casa rechonchuda. [2]

E isso nos leva às raízes de uma das dietas mais populares do mundo.

O Nascimento dos Vigilantes do Peso

Talvez parte do motivo pelo qual o Vigilantes do Peso tenha vida tão longa, tão profundo em nossa cultura, seja seu início. O Vigilantes do Peso foi criado por Jean Nidetch, uma dona de casa com excesso de peso na década de 1960 que foi erroneamente considerada grávida (ai!). [3]

Mas logo de cara, milhões poderiam se relacionar como uma mulher trabalhadora, mãe e a confiança da esposa estava embutida, na minha opinião. Se um esquadrão de cientistas tivesse surgido com o conceito, ele poderia não ter pegado. (Na verdade, vários esquadrões de cientistas vestidos de branco nunca poderiam ter descoberto o segredo para os Vigilantes do Peso, como você verá em breve).

Tenha em mente que o plano de Nidetch veio com a ciência - embora mais na forma de bom senso, algum estudo, reflexão e cálculo. Como todos nós fazemos todos os dias para manter nossas vidas nos trilhos (planos, orçamentos, cronogramas, gestão do CEO da família). Jean não queria ser gorda e fazia todas as dietas da moda. Ela perdeu e ganhou, perdeu e ganhou.

Vigilantes do Peso: A Grande Ideia

Então, depois de fazer uma dieta recomendada por autoridades de saúde, Jean teve uma epifania e descobriu o que gostaria trabalhar. Sua ideia era encorajar as mulheres a combinar a ciência nutricional então relevante com exercícios, e isso significava mover seu corpo além das atividades diárias rotineiras de uma mãe que trabalha (trabalhar é trabalhar, gente. A maioria das mulheres tem dois ou mais empregos!).

Ok, nós entendemos: dieta e exercícios. Mas havia mais um ingrediente de Nidetch, aquele que transformou os Vigilantes do Peso no que se tornou: um fenômeno global de bilhões de dólares.

Idéia dela? Reuniões de Vigilantes do Peso (o primeiro foi em uma pizzaria de Nova York!) onde havia camaradagem, responsabilidade e apoio. A ideia era simples, mas inspirada. Uma comunidade, uma irmandade, uma aliança solidária de vigilantes do peso: vamos emagrecer juntos!

Minha experiência em primeira mão

Em minha primeira experiência com os Vigilantes do Peso, perdi 23 quilos em três meses e ainda me sinto orgulhoso disso hoje. Fiz minha primeira rodada de Vigilantes do Peso com minha irmã. Ela e eu - com cerca de vinte outras mulheres (e um homem ocasional) - nos encontramos no porão de uma igreja nas manhãs de sábado. O sistema de pontos foi introduzido recentemente e, para mim, funcionou. Mas o sistema era tão bom quanto o compromisso do vigilante do peso com o grupo e a responsabilidade de se colocar nessa balança e compartilhar seus constrangimentos - e logo, seus triunfos.

Nidetch tinha feito algo revolucionário, mas descomplicado: pesagens, brindes dos Vigilantes do Peso e estrelas douradas em seu diário quando você perdia, e tudo com irmãs com quem desabafar e compartilhar, e com um líder de reunião para inspirar. Ao longo dos anos, participei de reuniões com três líderes de torcida diferentes, dois eram ótimos e um era demais para mim. Se você fez Vigilantes do Peso e participou de reuniões, talvez você saiba que líder, muito entusiasmado ou muito enfadonho. De qualquer forma, estou divagando.

Sistema de Pontos de Vigilantes do Peso

Os Vigilantes do Peso implementaram um sistema de pontos na década de 1990, em que os alimentos recebiam um valor numérico com base no perfil nutricional. Dependendo dos objetivos e estatísticas de perda de peso - incluindo peso, altura, idade e sexo - os dieters recebem um certo número de pontos por dia e os “gastam” nos alimentos que escolherem.

Então, como funcionam os Vigilantes do Peso? Desde o início, o programa incluiu um sistema alimentar específico e, ao longo dos anos, houve várias iterações. Mas a introdução do original Sistema de Pontos de Vigilantes do Peso- atualmente conhecido como SmartPoints - transformou os detalhes em super-amigáveis. Ele surgiu a partir da Weight Watchers Limited no Reino Unido, onde duas mulheres inventaram, desenvolveram e patentearam a calculadora do sistema Points. [4]

Essa foi a chave. Usando um algoritmo que calculava calorias, gorduras, proteínas e carboidratos, haveria algumas iterações também, à medida que se aprendia mais sobre nutrição e ciência do exercício. Mas o sistema subjacente, de contar os alimentos como valores baseados na dieta, era genial na época e continua sendo a pedra angular hoje.

Vigilantes do Peso além do Programa da Balança

O programa mais recente, lançado em 2016, é apelidado de Além da Escala. O Vigilantes do Peso afirma que deseja que as pessoas não façam dieta per se, mas adotem um estilo de vida de Vigilantes do Peso:

Nosso programa comprovado não é uma dieta. É sobre viver. Seu melhor eu não se trata apenas de um número mágico na escala. É sobre ver os alimentos como combustível para uma vida saudável, encontrar maneiras de se mover mais a cada dia e desenvolver as habilidades para desbloquear sua força interior para que você possa fazer escolhas saudáveis ​​para a vida. Sim, você perderá peso. Mas com os Vigilantes do Peso, você também ganhará uma perspectiva totalmente nova sobre como se tornar - e se manter - saudável.

Weight Watchers SmartPoints

O sistema SmartPoints do Vigilantes do Peso traduz as informações nutricionais de um alimento em um valor de pontos, e quem faz dieta recebe vários pontos (valores dos alimentos) por dia.

O programa atual é bastante simples, pois cada alimento tem um valor. SmartPoints são calculados com base em calorias, gordura saturada, açúcar e proteína. Você adere aos seus pontos atribuídos. Existem não alimentos proibidos.

(E essa frase por si só é para alguns o ah-ha! Momento e para outros o arghh! Momento. Para mim, é o primeiro, e um dos meus dois problemas com Vigilantes do Peso, você vai ler em breve.)

Mas se você comer lixo, seus pontos serão consumidos muito rapidamente (que desperdício), então é melhor comer os alimentos certos e gerenciar seus pontos com sabedoria. O que é legal é que o Vigilantes do Peso tem milhares de receitas com valores de SmartPoints - e mesmo se você estiver fazendo algo que não está listado na biblioteca de receitas, você pode calcular os SmartPoints no aplicativo móvel ou no site.

Fazendo a matemática em pontos

O Vigilantes do Peso explica que ele pega as informações nutricionais complexas de um alimento e dá a ele um único número - o valor SmartPoints - para que as pessoas possam fazer escolhas mais inteligentes enquanto comem o que gostam. Bem, um pouco de qualquer maneira. Inscreva-se no Weight Watchers, insira algumas informações e você receberá sua cota de SmartPoints. Depende de você como usar esses pontos. E, a cada semana, você ganha pontos de bônus - que, quando fiz Vigilantes do Peso na minha última tentativa, acumulei e depois paguei nas noites de sexta-feira. Apenas Ben, Jerry e eu. De qualquer forma, a ideia de pontos é inteligente, fácil e factível.

Weight Watchers FitPoints

Anteriormente conhecido como Pontos de Atividade, FitPoints é o sistema de monitoramento de atividade física do Vigilantes do Peso, quanto mais você se exercita, mais você consegue comer.

Portanto, temos a parte da “dieta”. Próximo? Mexa-se. E não quero apenas estacionar mais longe da entrada da loja. Aumente a sua frequência cardíaca e mantenha-a com exercícios que queimam gordura e são benéficos para o seu coração. Eu nado (embora não o suficiente). Você pode caminhar, correr, correr, remar, escalar, girar, andar de bicicleta, pisar, pular, pular, chutar - essa é a ideia. Você não precisa de um equipamento caro e sofisticado ou de uma academia (seria legal, no entanto), você só precisa encontrar o exercício cardiovascular que você gosta e pode pagar. E faça isso pelo menos 30 minutos todos os dias - ou pelo menos na maioria dos dias da semana - da melhor maneira que puder em sua vida já ridiculamente agitada. Faça sua tempo leve 30 minutos, coloque os fones de ouvido e faça. E, acontece que, mesmo durante as tarefas aparentemente mais mundanas, você ganha FitPoints que adiciona ao seu total de pontos do dia.

Manter o ajuste

FitPoints também é uma ideia inteligente. Digamos que você tenha 34 pontos para o dia, mas fez jardinagem vigorosa, pedalou por 20 minutos, subiu as escadas e levou o cachorro para passear - você é recompensado com alguns pontos extras e pode desfrutar daquela meia xícara extra de grãos inteiros penne com marinara (que você mesmo faz, espero). Os Vigilantes do Peso explicam desta forma:

FIT significa voltar a ter contato com seu corpo. Definiremos uma meta de FitPoints e nossa equipe o ajudará a cumpri-la. Imediatamente, você começará a desestressar, se animar e encontrar mais energia. A verdade é que não vai demorar muito até que seu corpo prove que pode! [6]

O Vigilantes do Peso tem várias dezenas de vídeos, exercícios, demonstrações, planos de condicionamento físico e desafios. “Quer tenha 4 minutos ou uma hora, nunca ficará sem ideias.” Parece bom, certo? E tudo isso pode ser gerenciado em um aplicativo prático e popular. [6]

Avaliação do aplicativo móvel Weight Watchers

O aplicativo móvel Weight Watchers para smartphones e dispositivos ajuda os dieters a acompanhar o progresso da perda de peso, gerenciar SmartPoints e FitPoints, comprar e planejar refeições e oferece redes sociais com outros membros.

O que torna tudo isso possível se você não tiver que fazer as contas sozinho Os pontos inteligentes e os pontos de ajuste são calculados no Aplicativo para dispositivos móveis do Vigilantes do Peso para o seu smartphone ou outro dispositivo (você não adora tecnologia?). Cada passo que você dá, cada mordida que você come, é monitorado. Agora sua cabeça está no jogo, você tem isso.

O aplicativo móvel para Android tem quase 200.000 avaliações no Google Play com uma avaliação geral de 4,1 estrelas. Os revisores acham que é fácil de usar, conveniente e ajuda os dieters a se manterem no caminho certo. O aplicativo verifica os códigos de barras do supermercado em busca de valores de pontos para ajudá-lo a planejar melhor as refeições. | Os pontos de condicionamento físico são sincronizados para que sua cota diária de pontos seja atualizada ao minuto. Você pode adicionar e aprender com sua biblioteca de receitas, e o que muitos adoraram é a capacidade de se relacionar e socializar postando imagens de progresso, buscando suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana, acessando treinamento online e conectando-se com outras pessoas que fazem dieta. [7]

Da mesma forma, no iTunes, mais de 2.000 pessoas reais analisaram a iteração atual do aplicativo e deram-lhe quase 5 estrelas. Até mesmo as versões anteriores do aplicativo - com 12.000 análises - concordaram que ele era ativo, fácil de usar e ajudava os dietistas do Vigilantes do Peso a manter o controle. [8]

E não faltam comentários de blogueiros e jornalistas de tecnologia. É um vencedor.

O que é ainda mais Aplicativoealing

No aplicativo Vigilantes do Peso, você pode bater um papo ao vivo com um treinador e - para muitas pessoas que estão focadas no condicionamento físico do programa e querem uma experiência mais completa com tecnologia de saúde - alternar para a guia Atividade para monitorar a atividade. E se você tiver um Apple Watch, balanças sem fio e um rastreador de atividade - como Up by Jawbone ou Apple Health, por exemplo - você pode conectá-los à sua conta Weight Watchers. [9]

Vigilantes do Peso Online

As ferramentas on-line intuitivas e fáceis de usar do Vigilantes do Peso ajudam os que estão fazendo dieta a entrar e se manter no curso e acompanhar seu progresso.

Junto com Vigilantes do Peso online, um site virtual e rede de suporte de tijolo e argamassa (sim, ainda há reuniões, com certeza!) e o aplicativo, Produtos de Vigilantes do Peso variam de A a Z e a pia da cozinha:

  • alimentos e bebidas, incluindo lanches, batidos, doces, barras, massas, vitaminas, até especiarias e ervas
  • utensílios e ferramentas de cozinha, incluindo balanças, espiralizadores, vaporizadores, tigelas de salada e coquetéis, bem como livros de receitas
  • produtos de estilo de vida que incluem acessórios, balanças e roupas
  • itens relacionados ao condicionamento físico, como FitBits, tapetes de ioga, faixas de alongamento e uma miríade de DVDs de treino altamente cotados para coisas como Pilates e ioga, e até mesmo kits para uma festa de dança e exercícios de musculação.

A questão não é: "o que os Vigilantes do Peso vendem?" É o que não Os Vigilantes do Peso vendem? ” [10]

Quanto custa os vigilantes do peso?

Os Vigilantes do Peso custam cerca de US $ 10 por semana (sem incluir alimentos ou produtos) para acesso a suas ferramentas online e programas de reuniões.

Cquanto custa o Vigilantes do Peso? Um pequeno segredo para mim: depois de fazer o Vigilantes do Peso, você conhecer como fazer Vigilantes do Peso - então, como alguns dizem, você pode fazer isso sem pagar. Oh, mas há um problema!

Lembra que eu disse que responsabilidade, motivação, comunidade e apoio são os segredos dos Vigilantes do Peso? Eles ainda estão. A própria Weight Watchers - mesmo nos dias de hoje em que tudo está online - recomenda que o plano que você escolher seja aquele com reuniões: “As reuniões são onde a mágica acontece”.

Eu concordo. (Observação: digitei meu CEP e encontrei mais de 30 reuniões em um raio de 15 milhas de mim). Mas, quer você vá a uma reunião pessoalmente ou online, ainda é uma comunidade e você é responsável, se não perante mais ninguém mas você mesmo.

Então você paga. Quantos? Depende. Se for o momento certo, você não pagará para se inscrever porque sempre há brindes e ofertas especiais. Mas, a partir do outono de 2017, existem três planos:

  • Vigilantes do Peso Online Plus & # 8211 que é o programa somente online (o site é realmente ótimo, pessoal) a partir de $ 3,07 por semana
  • Reuniões de Vigilantes do Peso & # 8211 que inclui todas as ferramentas online, Online Plus e reuniões semanais, a partir de $ 6,92 por semana
  • Treinamento de Vigilantes do Peso & # 8211 que consiste em um programa personalizado com coaching pessoal por telefone ou texto, além das ferramentas Online Plus, a partir de $ 8,46 por semana

Lembre-se, porém, de que é um plano e é cobrado mensalmente, então leia as letras miúdas. Geralmente, porém, para o básico, custa cerca de US $ 10 por semana se você seguir seu plano. Basta ler as letras miúdas. Não é cálculo quântico nem nada, mas você precisa entender como funciona. [11]

O Vigilantes do Peso funcionam?

Neste ponto, é importante dizer que O Vigilantes do Peso funciona. É verdade. Se você seguir. Se você cair fora dos trilhos, basta voltar. Portanto, se você é relativamente religioso a respeito disso, pode esperar perder 1 a 2 libras por semana.

Quando fiz minha primeira rodada com os Vigilantes do Peso, perdi 2 quilos na primeira semana, e tenho que dizer, lembro-me daquele dia como se fosse ontem. Continuei com ele por mais 11 semanas e acabei perdendo 23 quilos. Então a vida aconteceu e & # 8230 Bem, basta dizer que ganhei tudo de volta ao longo de um ano, e que em parte é a base para uma de minhas duas objeções aos Vigilantes do Peso, você lerá em breve. Mas pode funcionar para você. E não sou apenas eu dizendo isso, é a ciência dizendo isso.

Eu amo a ciência. Não sou bom nisso, mas respeito a ciência e prefiro-a à magia, às fantasias, à pseudociência e ao charlatanismo, que está em toda parte no ramo da dieta. Nós chubbies faremos qualquer coisa, tente algo, perder peso! Posso dizer que: ainda estou acima do peso (embora ultimamente tenha feito um bom trabalho ao comer melhor e me exercitar mais e perdi 10 quilos no ano passado com minha própria “dieta”, então aí!). Então, vou dar a vocês a ciência sólida sobre os Vigilantes do Peso.

Ciência dos Vigilantes do Peso

É provável que nenhuma dieta tenha sido objeto de mais estudos e pesquisas acadêmicas, com resultados publicados em revistas médicas e científicas. Nenhum dos que encontrei parece ter uma agenda que são apenas estudos para provar ou refutar. Apenas os fatos e os fatos são que os Vigilantes do Peso preenchem a maioria das boas caixas -a maioria sendo a palavra-chave lá. Mas chegarei a isso quando lhe der meus resultados, então espere.

The American Journal of Medicine

Nesse ínterim, estou colocando seu pensamento em você, começando com um estudo publicado em 2013 em The American Journal of Medicine que descobriu que o Vigilantes do Peso era muito mais eficaz como programa de perda de peso do que uma dieta faça-você-mesmo, que é como a maioria de nós faz dieta. O estudo descobriu que

… O uso do programa WW resultou em perda de peso significativamente mais significativa do que uma abordagem de autoajuda, sugerindo que é um provedor viável de tratamento para perda de peso baseado na comunidade, conforme recomendado pela Força-Tarefa de Serviços Preventivos dos EUA. Além disso, o alto uso de 3 modos de acesso foi associado a resultados de perda de peso mais significativos. [12]

Ou seja, as reuniões, o suporte online, o App, tudo faz uma grande diferença. Não tenho certeza se isso é tão surpreendente. É o que tornava os Vigilantes do Peso uma dieta excelente; para começar, é preciso muita gente para fazer uma dieta bem-sucedida.

Jornal britânico The Lancet publicou um estudo de 2011 que acompanhou várias centenas de pessoas por um ano, metade com uma dieta recomendada por seu médico e a outra metade pelo Vigilantes do Peso. A maioria dos participantes do Vigilantes do Peso manteve a dieta e perdeu duas vezes mais peso do que o grupo da dieta médica. [13]

American Diabetes Association

Finalmente, a American Diabetes Association estudou Weight Watchers e descobriu que a participação nas reuniões combinada com uma ênfase em alimentação saudável - incluindo vegetais, frutas e alimentos ricos em fibras e com baixo teor de gordura trans - torna-o uma boa escolha comercial de dieta com melhor e mais saudáveis, resultados. [14] [15]

Endossos de celebridades dos Vigilantes do Peso

E se Avaliações dos Vigilantes do Peso? Uma imagem vale mais que mil palavras e, para mim, o antes e depois da performer Jennifer Hudson é tudo que você precisa ver para saber como funciona o Vigilantes do Peso. Ela perdeu 36 quilos. E embora ela tenha encerrado seu relacionamento com a empresa depois de cerca de quatro anos, ela perdeu o peso equivalente a uma criança saudável de 10 anos e disse em entrevistas que os Vigilantes do Peso mudaram sua vida. [16] [17]

A duquesa de York Sarah Ferguson, Lynn Redgrave, Jessica Simpson, Jenny McCarthy ... E o maior nome de todos, Oprah Winfrey, que não só apoia o Vigilantes do Peso, ela comprou dez por cento da empresa. Se isso não é um endosso, não tenho certeza do que é. O que cada um deles também tem em comum é que todos perderam com sucesso um pouco de peso nos Vigilantes do Peso e, no caso da maioria - senão de todos -, evitaram o peso, em alguns casos, durante anos.

Resenhas de pessoas regulares

Mas e as pessoas comuns? A crítica mais sincera e convincente que encontrei foi postada em SparkPeople.com por “WannaBeHealthy51”, que explicou que perdeu 36 quilos com o Vigilantes do Peso em 1997 e então a vida atrapalhou e ela parou de ir às reuniões. (Soa familiar.)

Não aprendi como manter minha perda e apenas (fiz para mim mesmo) voltei a comer o que quer que fosse, e você pode adivinhar, ganhei tudo de volta. Então, alguns anos atrás, tirei todo o meu material WW e perdi cerca de 36 libras e estava me sentindo fantástico, mas não persisti e ganhei de volta com alguns amigos. Desapontamento. Portanto, minha humilde opinião sobre a WW, acredito que funciona muito bem se você continuar com ela. ” [18]

Ela disse que durante o programa Vigilantes do Peso ela comeu muitos alimentos ricos em fibras, muitos vegetais, carnes magras e peixes, pão leve, frutas e bebeu muita água.

“Então, vou tentar segui-lo novamente e torcer pelo melhor! Eu gostaria de perder 76 libras. [18]

Eu conheço essa mulher. eu sou esta mulher. E o mesmo ocorre com 84% dos Vigilantes do Peso, se você acreditar no ex-diretor financeiro da empresa.

Amuletos para Vigilantes do Peso

A magia dos Vigilantes do Peso não é precisamente mágica, e sim nutrição e ciência do exercício. Mas bugigangas, ferramentas e excelente atendimento ao cliente à moda antiga ajudam o feitiço a funcionar.

O fascínio, ou Amuletos do Vigilantes do Peso, são muitos. Eu adorei os gadgets e muitos que ainda tenho, incluindo o antigo slide Points thingamajig. Antigamente, cartões de receitas e livros de receitas, cupons e bugigangas grátis para me ajudar a lembrar que eu era responsável por um chaveiro, guia de bolso, copo medidor e garrafa de água plástica não tóxica com Vigilantes do Peso estampados nela - aqueles pequenos talismãs fez a diferença. E quando minha filha de 15 anos de idade e eu estudamos Vigilantes do Peso juntos há vários anos online, ela decidiu que não era para ela e quis sair. Ela não teve nenhum problema em cancelar, e ela disse Atendimento ao cliente dos Vigilantes do Peso foi excelente. Nunca lidei com eles, mas a experiência da minha filha foi excelente - e acredite, ela é uma cliente difícil.

Vale a pena tentar os Vigilantes do Peso?

Se você ainda não praticou Vigilantes do Peso, experimente. Se vocês siga a dieta religiosamente- e é muito viável - você perderá peso com certeza, geralmente em torno de um ou dois quilos por semana. A parte complicada é evitar o peso depois de atingir seu objetivo. Mas, felizmente, os hábitos aprendidos durante os Vigilantes do Peso permanecerão. Com Vigilantes do Peso, você não pode perder. Eu quero dizer você posso, você pode perder.

Dois maiores problemas com vigilantes do peso

Em 1978, Nidetch vendeu o Vigilantes do Peso para a R. J. Heinz Company (sim, famosa pelo ketchup rico em frutose) por US $ 78 milhões. Suponho que foi uma jogada inteligente da parte dela e a tornou podre de rica. A Heinz é uma mega-produtora de alimentos e um dos reis dos alimentos processados ​​e, embora tenha vendido a maioria dos Vigilantes do Peso para uma entidade europeia há cerca de 17 anos, ainda produz alimentos embalados do Vigilantes do Peso sob o rótulo de Vigilantes do Peso e Smart One & # 8217s marca. [19] [20]

Meu problema: alimentos processados ​​com alimentos modificados ou quimicamente modificados, ou alimentos privados de nutrientes, ou aqueles com ingredientes artificiais adicionados para dar sabor - especialmente açúcares, sódio e gorduras saturadas - são a pior coisa que podemos comer além do fast food. E estou aqui para vos dizer, comi a minha parte e depois algumas daquelas chamadas pizzas de pepperoni congeladas Smart One & # 8217s e não fiz nenhum favor para mim própria.

Então vá em frente, experimente os Vigilantes do Peso. Mas, por favor, compre e prepare suas refeições usando alimentos integrais e frescos. Comida real. Não compre a porcaria deles (Desculpe, Oprah). Ouça, eu & # 8217 sou apenas honesto. É lixo. E não é apenas prejudicial à saúde - alimentos processados ​​e refinados podem estar sabotando seus esforços para perder peso.

E, finalmente, uma vez que perda-ganho-retorno, perda-ganho-retorno é o ciclo para a grande maioria das pessoas no Vigilantes do Peso - e os contadores de dinheiro esperam que você Faz continue voltando - considere esta uma palavra para o sábio. Se você sabe que a sustentabilidade será um problema para você, e provavelmente será, tente mudar seu estilo de vida em vez de apenas dieta, como citei os Vigilantes do Peso sugerindo. (Eu sei que eles estão falando pelos dois lados da boca).

Se você experimentar o Vigilantes do Peso e recuperar o peso, você não será um fracasso. Não se castigue. Ainda estou pensando nesses 23 libras.

Então, sim, vale a pena tentar o Vigilante do Peso, se você for um dos os espertos que não adere à linha de produtos e trabalha para manter o emagrecimento. Confiem em mim, irmãs. (E irmãos, eu sei que vocês estão aí!)


O Vigilantes do Peso está lançando kits de refeição estilo avental azul

Desde que Oprah proclamou seu amor por pão, o Vigilantes do Peso voltou aos holofotes em grande estilo. Este ano, eles estão expandindo sua presença ainda mais com seu próprio serviço de kit de refeições saudáveis.

A Weight Watchers junta-se a mais de 150 empresas no espaço dos kits de refeição, mas ao contrário de alguns dos serviços mais populares (HelloFresh, Blue Apron), estes kits não serão entregues à sua porta. Em vez disso, os kits de preparação rápida serão vendidos em supermercados. Embora ainda não haja muitos detalhes disponíveis, os kits e outros elementos do WW Healthy Kitchen & mdash, a nova linha de produtos da empresa & mdash, serão revelados em uma conferência em Chicago neste fim de semana.

O Vigilantes do Peso já tem uma parceria com o Chef'd, um serviço de kit de refeições sem assinatura, que permite aos clientes solicitarem refeições aprovadas pelos Vigilantes do Peso online. Os novos kits de refeição provavelmente atrairão um público semelhante, já que não exigirão uma assinatura ou mesmo o compromisso de uma semana inteira de refeições. E se os ingredientes vierem pré-picados e repartidos, os kits para viagem terão um apelo claro para o preparo de última hora.

FreshRealm, uma empresa que ajuda a produzir kits de refeição, está fazendo parceria com WeightWatchers nos novos produtos. Seus serviços incluem a criação de menus, a pré-dosagem de ingredientes e o gerenciamento da distribuição. Espera-se que os kits de refeição e outros produtos individuais da WW cheguem às lojas na segunda metade do ano.

Siga Delish em Instagram.

Baixe o Delish aplicativo.


Agora o resto é bastante fácil. Para seguir o Weight Watchers® em casa, você só precisa controlar tudo o que come e bebe e se certificar de que está dentro do seu limite diário. Existem muitos lugares online onde você pode encontrar valores online, embora os únicos valores de PointsPlus® endossados ​​estejam disponíveis no Weight Watchers®. De acordo com o plano, a maioria das frutas e vegetais sem amido são zero e rapidamente se tornarão seus favoritos - vá para lanches e acompanhamentos no plano. Além disso, para descobrir quantos PointsPlus® um alimento tem, você pode usar uma calculadora online como esta, na qual você insere as informações nutricionais ou faz uma busca rápida no Google pelo valor de um alimento. Se você não quiser lidar com o incômodo de inserir constantemente os valores dos alimentos ou usar a internet, considere comprar livros de planos do Vigilantes do Peso ou uma calculadora eletrônica da Amazon. Por fim, use sites de receitas como este, para encontrar receitas deliciosas para cozinhar para sua família.

Uma das partes mais eficazes da dieta do Weight Watchers® é a responsabilidade que vem da pesagem semanal em sua reunião local. Se você vai fazer isso em casa, é importante encontrar uma maneira de criar responsabilidade. Encontre amigos perto de você e faça uma pesagem semanal. Compartilhe seus objetivos de perda de peso com a família ou amigos e mantenha-os atualizados sobre o progresso semanal. Publique o progresso em sua geladeira ou espelho para mantê-lo no caminho certo e motivado. Encontre uma maneira de se responsabilizar por pesar todas as semanas e seguir a dieta alimentar.


WW Vigilantes do Peso reinventados

O nome WW reflete que eles estão se tornando parceiros mundiais no bem-estar. Por muito tempo líder global em perda de peso, agora a WW dá as boas-vindas a quem quiser construir hábitos saudáveis—Se isso significa comer melhor, movimentar-se mais, desenvolver uma mentalidade positiva, focar no peso ... ou todas as opções acima!

Programa de recompensas WellnessWins ™

Apresentando o WellnessWins ™, um novo programa de recompensas único que reconhece e inspira os membros em cada etapa de sua jornada de bem-estar. Os membros ganham “Vitórias” por seus hábitos saudáveis ​​e, em seguida, troque-os por produtos e experiências exclusivas. Entregue à sua porta. De graça.

WW vai mais fundo na mentalidade.

WW tem décadas de experiência na ciência da mudança de comportamento e a está usando para dar às pessoas as ferramentas de que precisam para atingir seus objetivos de bem-estar. Próximo no horizonte: uma parceria com a Headspace para criar conteúdo personalizado de mindfulness que os membros podem acessar a partir do aplicativo WW - a qualquer hora, em qualquer lugar.

WW inspira uma culinária saudável.

Eles estão lançando WW Healthy Kitchen - uma linha de utensílios de cozinha e livros de receitas que tornam mais simples e fácil comer bem.

WW torna a sua jornada de bem-estar mais deliciosa.

Eles estão removendo adoçantes, corantes, aromatizantes e conservantes artificiais de todos os produtos alimentícios que levam sua marca.

WW faz mais bem no mundo.

O objetivo do WW é democratizar o bem-estar, tornando-o acessível a todos. É por isso que eles acreditam que é tão importante criar maneiras para as comunidades carentes acessarem o que precisam para construir hábitos saudáveis. Seu programa de impacto na comunidade global, WW Good, existe para levar melhor saúde para todos, sem barreiras.

Estou animado para ver aonde todos esses anúncios recentes levam.

WW 2019, mudanças no programa de Bem-Estar que Funciona

Você pode gostar também:

Inscreva-se para receber: 10 melhores receitas favoritas do leitor

As 10 receitas mais populares (PDF) no Simple Nourished Living + Emails de suporte semanais com dicas e receitas fáceis e saudáveis ​​não encontradas em nenhum outro lugar!

Obrigado! Agora verifique seu e-mail para obter seu e-book gratuito da Simple Nourished Living - Os 7 segredos dos Vigilantes do Peso de Sucesso. Certifique-se de adicionar [e-mail & # 160protegido] como remetente seguro em seu e-mail.


Fabricado nos EUA: a indústria de perda de peso faz grandes ganhos

A epifania de Kim Benson veio depois que ela pediu um lanche em uma lanchonete local: dois cachorros-quentes com tudo, dois cheeseburgers com o trabalho, duas batatas fritas grandes, duas fatias de bolo de chocolate alemão e dois refrigerantes diet. “Eu queria que o drive-through pensasse que eu estava fazendo um pedido para duas pessoas”, diz Bensen, que pesava 347 libras na época e admite que já estava pensando no que comeria no jantar.

Isso foi em 2001. Não muito tempo depois, Bensen juntou-se ao Weight Watchers pela 10ª vez. Mas, desta vez, ela conseguiu reunir a força de vontade para finalmente começar a perder peso - 91 quilos ao todo. Dois anos depois, tantas pessoas pediam conselhos e mandavam e-mails para ela que ela começou a passar a maior parte do tempo respondendo a perguntas e enviando receitas com baixo teor de gordura para amigos, familiares e até estranhos. Logo, ela escreveu um livro de receitas e ela e seu marido usaram $ 20.000 de suas economias e uma herança como capital inicial para iniciar sua própria empresa de perda de peso.

Hoje, a Kim Bensen Enterprises tem 10 funcionários em tempo integral dedicados a ajudar as pessoas a perder peso. Seu site oferece de tudo, desde alimentos saudáveis ​​a ferramentas de cozinha para assinaturas premium, que fornecem planos de refeições, reuniões online e outras ferramentas de aconselhamento e suporte. Sua linha de bagels, Kim's Light Bagels, também está disponível em supermercados em toda a Nova Inglaterra.

Bensen has become a part of America's weight-loss factory, a thriving industry that has been around as long as the republic itself. But in an era of "The Biggest Loser" and "I Used to Be Fat" -- not to mention record obesity and diabetes rates -- the movement has taken on a more significant role, providing entrepreneurs like Bensen the opportunity make money while making a dent in the crisis.

As far back as 1829, a Presbyterian minister named Sylvester Graham started talking up fad diets. His Graham diet focused on caffeine-free drinks, vegetables and, conveniently, the product he was pushing, Dr. Graham's Honey Biscuits. The diet may have not endured, but the product did -- known to us as the Graham cracker.

There are plenty of other examples, of course. American history is replete with them, from Diário da Casa Feminina articles touting diets in the 19th century to the "Hollywood Eighteen Day Diet" during the 1920s, which was a 585-calorie diet that advised eating only grapefruit, oranges, Melba toast, green vegetables and hard boiled eggs. And in the midst of all these weight-loss fads, companies saw that there was money to be made. Some of the biggest in the industry, of course, include Weight Watchers, founded in Brooklyn, N.Y., in 1963 Nutrisystem, started in Fort Washington, Pa., in 1972 and Jenny Craig, which began in Australia in 1983 and reached U.S. soil in 1985.

It's hard to say if Kim Bensen Enterprises will become a household name like the others, but Bensen seems to be on her way. Thus far, her company:

  • Provides a weekly newsletter that goes to 25,000 subscribers via e-mail.
  • Offers her book "Finally Thin."
  • Features a spokesperson -- Bensen herself -- who has shared diet tips on TV shows including "The Dr. Oz Show' and "Nightline."
  • Holds in-person meetings in Shelton, Conn., which, starting this spring, will take place at the new, 16,000-square-foot Kim Bensen Weight Loss Center.
  • Broadcasts live weight-loss meetings every week. "It's highly interactive," Bensen says. "Members call in, weigh in, win prizes and share their weight losses. We shout out to them. They are a strong and growing community."

The health and fitness industry, which includes the weight-loss industry, is a strong and growing community as well, estimated to bring in approximately $60 billion a year -- and startups are entering the market seemingly every day. Niyogin, a company based in Chicago, just launched a line of nutritional supplements formulated to help people lose weight, gain muscle and improve their overall health. It's a subset of the weight-loss industry that can be hard for consumers and entrepreneurs alike to navigate, says co-founder Jason Bockman, 29.

"There are so many preconceived notions with this industry," Bockman says. "People have been sold snake oil for so long that it's hard for anyone to know who to trust."

That can be maddening to the up-and-coming entrepreneur trying to be transparent and ethical. "We're very upfront with our label claims, and you can look at the ingredients," Bockman says. "I've been surprised at how many companies put out nutritional supplements, and you can't find anywhere what's in this product. All it says is you're going to burn fat or have ripped abs, but they don't say what's in there."

But it's not just the dubious claims that weight-loss entrepreneurs have to contend with. It's all that competition clamoring for everybody's dollar, from diet magazines to diet foods to the latest exercise gadget peddled on late-night infomercials.

And then, of course, entrepreneurs have to compete with Doritos and Big Macs and all those foods that make a person not want to think about losing weight. "It's hard to convince people to make a lifestyle change," says personal trainer-turned-entrepreneur John Dull, 48. "They all want that magic pill or potion. Everyone's looking for that quick fix."

Of course, the junk-food problem can also be what drives a customer to you, and that's certainly what Dull and his business partner Michelle Collier, 43, are hoping for. They created Supreme 90 Day, a package of 10 workout DVDs and a meal plan that is sold by Telebrands, the company behind the "As Seen on TV" line of products.

When Telebrands founder A.J. Khubani suggested to his personal trainer, Dull, that he develop a fitness program, Dull jumped right on it and enlisted Collier, another trainer. The program launched at the start of this year.

While America's couch potato problem poses a challenge to the weight-loss industry, it also provides more opportunity, as the health risks associated with obesity get more attention. Dull says First Lady Michelle Obama's campaign to combat the epidemic, especially among children, is a start. "When you look at the youth today, there's no activity or exercise," he says. "Their diet consists of everything prepackaged. Everyone's in a rush and nobody's taking the time to exercise. So between Michelle Obama getting behind taking soda out of the schools and Walmart saying they're going to reduce sugar in their products, that can only help the problem. And it is a problem."

The original version of this article appeared on AOL Small Business on 2/16/11.


ARTIGOS RELACIONADOS

Recent research has revealed that successful slimming is not simply about counting calories, but about how quickly your body processes different nutrients — and which healthy foods help us to stay feeling satisfied for longer.

For example, did you know that your body can burn up to 25 per cent more energy digesting proteins and fibre-rich foods such as wholemeal carbohydrates and vegetables than it can processing ­sugars and fats with the same nominal calorie value?

So while under the old system a ­chocolate bar and a steak might have had the same points value because they had the same amount of calories, under the new ProPoints system your steak would have fewer points because your body uses up so much more energy processing it.

In other words, the better the food is for you, the more energy your body can burn digesting it and the more of it you can eat.

It really is that simple, and, insists WeightWatchers’ dietician Zoe Hellman, this new weight loss plan will make shedding pounds — and keeping them off — easier than ever.

The diet also encourages you to eat foods such as lean proteins, wholemeal bread and fruit and vegetables, which help us to feel fuller for longer — vital for helping you to stick to a plan.

But the best thing of all is that along with your daily allowance of around 29 ProPoints food values, you get an extra weekly allowance of 49 for treats which you can save up for a big blow-out or simply use throughout the week.

Better shape now than at 35: Gillian Rea, 47, got her weight down to 9st from 11st 4lb without ever feeling hungry on the ProPoints plan

Incredibly, most people lose 8‑10lb in the first month of the ProPoints system, which has already been tested on hundreds of thousands of women all over the world, as well as undergoing two independent clinical ­trials. And this makes it perfect for everyone who wants to drop a dress size in time for Christmas.

The difference between the old WeightWatchers Points system and the new ProPoints scheme can be illustrated by comparing two breakfasts, both 300 calories.

The first, a cooked breakfast — with one slice of wholemeal toast with low-fat spread and a serving of tomato ketchup, a poached egg and two rashers of grilled, lean bacon — has a value of 8 under the new ProPoints system.

The second breakfast — an ­English muffin with butter and jam — carries 9 ProPoints.

Under the old system they both would have had a points value of 5½. But under the new one, ­dieters are encouraged to try the cooked breakfast because although it is undoubtedly a much more ­substantial meal, it is also the ­better weight-loss choice.

As Zoe explains: ‘The 300 calories in the cooked breakfast come predominantly from protein, whereas the 300 in the English muffin come from carbohydrates which are not rich in fibre.

‘As it takes the body more energy to process and digest protein, this is lower in ProPoints value. In addition, the cooked breakfast will keep you feeling full for much longer.’

A major innovation in the new WeightWatchers system is a weekly allowance of 49 extra ProPoints for treats, which you can use however you want.

‘So you could easily go out for a meal in a restaurant with several glasses of wine, have a guilt-free helping of chocolate pud at a ­dinner party or just simply eat larger ­portions every day while still losing weight,’ says Zoe.

‘We realised we needed to design a weight loss plan which allowed more room for real life, so that unplanned events — like being offered a slice of birthday cake in the office – don’t derail your achievements,’ explains ­dietician Zoe.

‘WeightWatchers members who have tested the ProPoints system describe it as a “safety net”, as it enables them to get back on track if things don’t go to plan without feeling totally demoralised.’

Another major difference from the old system is that all fruit and most vegetables — whether fresh, frozen or canned in natural juices then drained — have been given a zero rating, meaning you can snack on them whenever you want without adding extra ProPoints.

The scheme specifically sets out to encourage people to eat more fruit and veg, partly because they contain fibre so help to keep us ­feeling satisfied for longer, but also because the body burns a lot of energy processing the fibre and the many vitamins and ­antioxidants they contain are good for our health.

THE TREATS YOU CAN STILL ENJOY

You don’t have to put your life on hold just because you are on a diet — you can still enjoy plenty of treats using your weekly budget of 49 points.

You could, for example, have a medium glass of wine each night for an extra 4 ProPoints, or a medium serving of bread-and-butter pudding for 5.

Or how about a small bag of roasted peanuts for 8?

Alternatively, you could save them all up for a night out in a fancy restaurant and not worry about ­having to hold back at all.

If you eat out regularly, but still want to keep some of your weekly ProPoints in reserve, there are ­several tricks you can use to help you enjoy the ­occasion, while staying in control of your eating.

You could have a piece of fruit before you leave the house to prevent you from reaching for the bread and olives once you sit down at the table.

Or start your meal with a non-creamy soup or a salad — these usually have very few ProPoints and are a good way to fill up, too.

If you find you have exceeded your treat budget, just do some ­exercise — walking, cycling or swimming for instance — to earn some of them back and redress the balance.

Sue Tinley says: ‘I had gradually been putting on weight over the years after having four children and cooking family meals. It had got to the point where I didn’t feel good about myself or liked the way I looked.

‘All my clothes were black — I just bought stuff to cover me up.

‘I managed to lose 2st about ten years ago and keep it off for a while, but then it just crept back on again. At my heaviest I weighed 13st 13lb, which was more than I’d weighed when I was nine months pregnant.

‘Then I got the chance to test the WeightWatchers diet. I’ve learned to treat myself and still keep to my plan. I’ve lost 25lb and still have half a stone to go to get to my ­target weight of under 11st, but I feel confident I’ll get there by Christmas.’

‘I’m really surprised at how easy it has been for me to lose weight. The plan encourages you to eat healthy, filling food — things I wanted to eat.

‘I particularly like the fact that fruit and vegetables are points-free because I love both of them.

‘I also liked that I could have meals with other people and they wouldn’t have any idea I was on a diet.

‘My favourite pudding is a meringue nest (1 ProPoint) with a tablespoon of low-fat Greek yoghurt (2) and some frozen fruits of the forest (free), which is delicious and only takes up 3 ProPoints.’

ProPoints’ greater emphasis on healthy eating proved a clincher for Gillian Rea, 47, a British Airways crew co-ordinator who lives in Crowthorne, Berkshire, with her husband, Tony, a 57-year old financial adviser.

She had previously lost weight on the old Weight Watchers scheme after she ballooned from 9st 8lb to 12st following the birth of her daughter, nine years ago.

Today she’s a trim size ten, having lost a remarkable 32lb in 15 weeks, thanks to the ProPoints system.‘The old WeightWatchers scheme didn’t really reward healthy eating, it just tracked calorie values,’ says Gillian.

‘For instance, a banana and a Curly Wurly had roughly the same Points value — so instead of eating healthily, I would just eat what I preferred: the Curly Wurly.

‘But now that fruit is free, I eat it all the time, as does my daughter.

Gillian, who is 5ft 6in tall, got down to 10st when Charlotte was a baby, but the weight crept back on. Finally, by June 2010, it had edged up to 11st 4lb and she knew it was time to act.

‘I lost 5lb in the first week, which I couldn’t believe given the amount of food I was eating.’

‘I was full after every meal and I didn’t actually use the weekly extra ProPoints allowance much because I didn’t need it. But it was comforting to know it was there.

‘I ended up weighing 9st after three and a half months on the diet. I haven’t weighed that since I was in my 20s, and I’ve maintained that now for a month. I’ll be in better shape when I turn 50 than I was at 35!’

Então, o que você está esperando? ­Simply read on to discover a typical 29 ProPoints-a-day meal planner (above) and follow the A-Z (right) setting out the ProPoints value of everyday foods, and you’ll be on your way to a lighter, healthier you in no time at all.

ProPoints allowances are calculated by WeightWatchers, taking into consideration your age, sex, height and weight.

The exact formula is a closely guarded secret, but a typical woman could receive a daily ProPoints budget of 29 (it’s 46 for a typical man), which must be used that day and cannot be carried over. On top of that, everyone receives a weekly allowance of 49 extra ProPoints to use entirely flexibly — but not to be exceeded — throughout the week.

You can also earn extra ProPoints by exercising. For instance, 60 minutes of moderate activity such as brisk walking each day will earn you around an extra 4 ProPoints every day.

All whole fruit and most vegetables (fresh, frozen or canned in unsweetened juices and drained) have a zero rating, unless otherwise specified below. All readings are for unbranded, basic foods.


A few weeks ago, WW provided me with early access to the new WellnessWins rewards program, which became available for all members now

Included in every WW subscription, WellnessWins is a system that rewards members for healthy habits such as tracking food, tracking activity, logging their weight, and attending WW meetings — which are now referred to as "Wellness Workshops." As members do these things within the app, they earn "wins" which can be redeemed for rewards like limited-edition products and experiences.

My experience with the beta version of WellnessWins was a great one. As a competitive person who is definitely motivated by free stuff, I found the idea of earning real-life rewards far superior to the old rewards offered by the program.

Previously on WW, the only tangible reward system was one offered to members with subscriptions to in-person meetings. It would allow members to earn stickers and charms for hitting certain weight loss milestones. Whereas online-only members were limited to earning in-app, virtual badges for achievements like losing weight or tracking their food.

As an online-only member myself, I appreciate that this new system gives all members the ability to earn rewards, something I truly felt I was missing out on by not attending in-person meetings.

Over the last couple of weeks, I've loved getting to see my wins rack up and knowing that at some point, I'll be able to snag a free product or unique experience to reward myself for all my hard work.


WW Goes for the Marketing Wins

WW is implementing several new programs illustrating a widely integrative approach to capturing market share, as they attempt to touch all the key components of a successful rebranding strategy, while staying true to their mission.

Creating Customer Engagement

WW is now open to everyone interested in healthy living. You don&rsquot have to declare a weight loss goal to use their points system or new features, and the app is free. Once in the app however, the key products are still fee-based. This encourages subscriptions and allows customers to be in control of their content.

  • Gamification with Wellness Wins: A rewards program that assigns &ldquowins&rdquo or credits for every positive step subscribers take in their wellness journeys. Credits can be cashed in for experiences or exclusive products and services, further incentivizing WW users to keep tracking their progress and coming back.
  • Entering the Home with WW Healthy Kitchen: A line that makes eating healthy at home as easy as possible with cookbooks, kitchen tools and cookware. By the end of the year, the line is expected to include 100 items, ranging from measuring implements to non-stick cookware. And if you don&rsquot want to prepare the food yourself, WW has developed WW Fresh, a meal-prep kit currently available at Sprouts Farmers Markets in California. They&rsquove also cleaned up all their pre-packaged foods, eliminating most artificial ingredients, further asserting their new wellness re-brand.

Healthier: Amy’s Sweet & Sour Asian Noodle Bowl

If you’re dreaming of dinner at your favorite Chinese restaurant, this Asian-inspired noodle bowl by Amy’s might hold you over. With broccoli, tofu, green beans and carrots in a creamy sauce, it’s a filling option for either lunch or dinner. And despite being somewhat higher in sodium (640 milligrams), it’s still around half the content of similar frozen noodle bowls. It’s also low in calories, which means you can splurge a little the next time you eat out at one of the best restaurants in America.


Assista o vídeo: Dieta dos Pontos - 1 kilo por semana.Vigilantes do Peso (Pode 2022).